sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Uns óculos para a Rita

Era uma vez duas meninas, uma chamava-se Rita e a outra Marta. A Rita não via bem e pisava as formigas e a Marta ralhava com ela. Na escola a Rita não conseguia fazer as letras bem feitas e a professora punha-a de castigo durante o intervalo.
Um dia a Rita foi visitar os avós ao Porto. Antes de sair caiu-lhe um botão do casaco novo, ela bem procurou mas não o encontrou. Quando a Rita voltou de casa dos avós o irmão da Rita viu o botão em cima da carpete da sala. Mas a Rita não conseguia ver o botão. Foi nesta altura que o pai descobriu que a Rita não via bem.
Uns dias depois a Rita foi ao oftalmologista e ele receitou-lhe uns óculos. Ela foi ao oculista comprar os óculos e escolheu uns óculos quase da cor da sua pele com armação plástica.
No dia seguinte, já com os óculos, ela já conseguia ver bem as formigas e na escola já conseguia ver e escrever bem as letras, assim já não não tinha de ficar de castigo.
Agora a Rita, já consegue ver todos os botões, agulhas e os berlindes perdidos. Ela sonha que quando for adulta vai trabalhar com um telescópio e um microscópio com lentes muito fortes.

Nós fizemos uns óculos parecidos com os da Rita mas não têm lentes, são em cartolina para brincarmos.

2 comentários:

Diogo disse...

Que óculos fantásticoos ficam-vos mesmo bem.
Bom trabalho.
Diogo

Anónimo disse...

Os ocúlos são muito fixes.
De: Francisco,Alexandre e Pedro.