quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

A lenda do Arlequim

Era uma vez um menino que se chamava Arlequim e vivia em Veneza. Um dia a Condessa lá de Venessa organizou uma festa de Carnaval e convidou todos os rapazes e raparigas, mas eles tinham de ir mascarados e o Arlequim não tinha fato porque era pobre e não podia comprar tecido.
Ele estava a chorar e os amigos deram-lhe o resto de tecido dos fatos deles e a mãe do Arlequim, que era costureira, fez um fato com todos os bocados de tecido.
Ele foi à festa de Carnaval e ganhou porque a máscara mais bonita ganhava um prémio e a Condessa perguntou:
-Quem fez o fato?
E ele disse-lhe:
- O meu fato foi feito com a bondade dos meus amigos e o coração da minha mãe.

Matilde

E estes Arlequins não estão giros? Um foi o Pedro Pereira que fez e o outro foi a Débora. Levaram ataches nos braços e pernas para se poderem mexer.

1 comentário:

Graça Duarte disse...

Gostei muito de ter encontrado esta pequena/grande história contada aqui no vosso espaço, que visito às vezes.
Os arlequins estão muito bonitos!
Parabéns pela ideia!
Beijinhos